Dicas SIGMA

Gestão

COMO USAR INDICADORES PARA MELHORAR A GESTÃO DO SEU NEGÓCIO?

Uma boa gestão é essencial para o sucesso de qualquer negócio, seja qual for o segmento de atuação da empresa. Por isso, os gestores precisam atentar-se sempre pela busca de metodologias que auxiliem no exercício do seu papel.

Os indicadores de desempenho (KPI’s), são índices importantes para auxiliar neste processo, e é sobre eles que iremos falar neste artigo.

PARA QUE SERVEM OS INDICADORES (KPI’S)?

O uso de indicadores permite ao gestor medir o desempenho da empresa em vários aspectos, eles são muito importantes no processo de gestão, pois através do acompanhamento desses indicadores, o gestor consegue enxergar se as estratégias da empresa estão tendo o resultado esperado e tomar decisões mais assertivas.

COMO IMPLANTAR INDICADORES EM MINHA EMPRESA?

O primeiro passo é levantar quais informações são importantes para o negócio e definir uma estratégia, pois os KPIs vão servir para medir se a estratégia adotada está tendo o resultado esperado, se vale a pena continuar ou alterar.

Existem inúmeros KPI’s que podemos utilizar como ferramentas de gestão na empresa, inclusive o gestor pode criar o seu próprio KPI de acordo com o seu objetivo/estratégia.

Neste artigo iremos listar os principais indicadores que não podem ficar de fora da sua empresa, pois o acompanhamento e evolução deles servirão de base para mensurar a saúde geral da empresa, ou seja, se as ações planejadas fizeram a empresa usar seus recursos com eficiência.

E ENTÃO, QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS INDICADORES QUE POSSO COMEÇAR A MENSURAR?

1 –  TICKET MEDIO

Este é um importante indicador para avaliar o desempenho da empresa. Com ele conseguimos saber qual o valor médio que a empresa recebe por cada venda realizada e essa informação é muito importante para saber se a estratégia comercial utilizada pela empresa está adequada e trazendo resultados satisfatórios.

Para calcular o ticket médio, basta fazer a seguinte conta:

Ticket médio = Faturamento em vendas / Vendas realizadas

Também é possível calcular o ticket médio de outros itens da empresa, como por exemplo determinado produto, serviço ou categoria, conforme a necessidade da empresa.

2 – CUSTO POR AQUISIÇÃO DE CLIENTE (CAC)

Este indicador mede o valor gasto para aquisição de um novo cliente. Ele é importante para identificar se as estratégias de marketing e vendas estão sendo efetivas e gerando resultado benéfico para a empresa.

Para calcular este índice basta fazer a seguinte conta:

CAC (em R$) = investimento total em marketing e vendas / número de novos clientes conquistados

Não existe um valor de aquisição de clientes ideal, vai depender muito do segmento da empresa e grau de maturidade, empresas mais maduras costumam ter um CAC mais baixo, já que as recém-abertas precisam investir mais em publicidade até ficarem mais conhecidas.

3 – LTV (LIFETIME VALUE) VALOR DA VIDA ÚTIL DE CLIENTES 

Este indicador mostra o quanto a empresa fatura em média com um cliente durante o tempo em que ele permanece relacionando-se com a empresa. A informação que ele nos fornece serve para enxergar como anda a retenção de clientes, qual o custo de um cliente perdido e principalmente para fazer uma relação com o CAC e entender se o lucro que a empresa tem com cada cliente é maior que o custo de aquisição.

A fórmula para calcular este índice é a seguinte:

LTV = valor médio das vendas x quantidade de vezes que o cliente comprou x tempo do ciclo de vida do cliente como comprador

É essencial que o LTV esteja sempre acima do CAC, ou seja, o valor dos clientes esteja sempre acima dos custos para a sua aquisição, pois caso contrário, sua empresa está crescendo sem dar lucro e sem ter sustentabilidade, com mais saídas do que entradas do caixa, sem nenhuma perspectiva de sobrevivência.

4 – RETORNO DO INVESTIMENTO (ROI)

O ROI informa qual foi o retorno ou qual será o potencial retorno de um investimento.  Sua fórmula é bastante simples e serve para descobrir se seus investimentos estão se pagando ou se será necessário investir em outra coisa.

A fórmula utiliza apenas duas variáveis: valor do investimento e ganho obtido:

ROI (em %) = (ganho obtido – valor do investimento inicial) / valor do investimento inicial x 100

Exemplo: imagine que uma empresa investiu R$5.000,00 para a contratação de um novo vendedor. No mês seguinte, observou um aumento de 10 mil reais em sua receita. Ao aplicar o cálculo, é possível identificar um ROI de 100%, o que se considera ter sido um ótimo investimento.

Não existe um percentual ideal para o ROI, porém, quanto maior melhor. Vale ressaltar que nem sempre as ações mais lucrativas são as ideias, por isso é importante analisar vários índices e aspectos antes de tomar alguma decisão.

Listamos aqui apenas alguns dos indicadores mais importantes, mas existem inúmeros outros que também podem ser muito relevantes para mensurar os resultados do seu negócio. Agora que você já entendeu a importância dos KPI’s, que tal já começar a acompanhar esses indicadores? Com certeza será possível aperfeiçoar os resultados do seu negócio, tornando-o mais eficaz e rentável.

Gostou do conteúdo? Então aproveite para continuar aprendendo mais sobre gestão, clique aqui para receber nossos conteúdos exclusivos.